Fluxo de caixa: a ferramenta mais importante na gestão financeira

Não importa o tamanho da empresa, todas precisam ter claro controle do que entra e sai do caixa. Além do que está para vencer, a pagar e a receber.

Por ser um instrumento crucial de gestão financeira, o fluxo de caixa deve ser utilizado diariamente. Afinal, só assim será possível ter conhecimento do fluxo de dinheiro que entra e que sai de sua empresa e manter as contas em dia, ou seja, um negócio saudável.

Como montar o seu fluxo de caixa

Para estruturar o seu fluxo de caixa, você deverá pensar na definição do seu Plano de Contas, organizar um processo simples e fácil para realizar os lançamentos de receitas e despesas, controlar as contas a pagar e a receber e para ter um fluxo de caixa real (o que sua empresa tem em caixa de fato).

Assim, o primeiro passo seria definir o plano de contas. Lembre-se quanto mais simples, mais fácil. Se você criar muitas categorias ficará muito detalhado e chato de realizar os lançamentos .

Segundo, você deverá realizar os lançamentos financeiros diariamente, para não deixar acumular e dar chance para não realizar os lançamentos.

Terceiro, você deverá sempre ter o controle das contas que foram pagas ou recebidas, para que possa transformá-las de conta pendente para realizada, a pagar para paga e a receber para recebida.

Como ter uma boa gestão de fluxo de caixa?

A garantia de sucesso ao realizar um bom controle de fluxo de caixa, é fazer uma gestão com análise dos dados. De nada adianta lançar tudo que acontece de financeiro na sua empresa se você não analisar os dados. Um bom software de gestão, como sistema Makito irá ajudar nisso.

Faça uma gestão baseada nos indicadores e dados que você conseguir coletar do seu fluxo de caixa e garanta que você não vai ficar sem dinheiro ou até mesmo ir à falência. Organize as suas compras e vendas, pagamentos e recebimentos, tudo para evitar o desgaste financeiro do seu negócio e o seu também.